Fale com nossa equipe

Princípios táticos no futebol

Por: Roberto Lazzarotto

Postado

-

Atualizado em

Primeiramente é preciso que você compreenda que tática no futebol, segundo o livro “Para um Futebol Jogado com Ideias”, diz respeito à forma como os atletas gerem o espaço de jogo, através de seus posicionamentos e movimentações. Dito isto, definiremos o que são os princípios táticos no futebol e, para isso, apresentaremos trecho do mesmo livro, onde é apresentado que “[…] os princípios táticos no futebol são conhecidos como um conjunto de normas sobre o jogo, proporcionando aos jogadores a possibilidade de atingir rapidamente soluções táticas para os problemas advindos da situação que defrontam”.

Então, vamos mencionar cada um dos princípios táticos no futebol seguindo sua hierarquia, partindo dos gerais, passando pelos operacionais, fundamentais e encerrando com os específicos.

Princípios táticos gerais

Antes de tudo, você compreende o porquê da utilização do termo “gerais”? Bom, caso a resposta seja não, vamos explicar isso da seguinte forma. É geral, pois é um princípio comum às duas fases do jogo, enquanto se defende e enquanto se ataca, e aos demais princípios (Teoldo et al., 2009).

  • Não permitir a inferioridade numérica;
  • Evitar a igualdade numérica;
  • Procurar criar a superioridade numérica.

Mas por que é tão importante essa busca pela superioridade numérica? Veja as duas imagens abaixo, considerando que você não conhece os jogadores e responda: em qual delas, em tese, existe uma maior possibilidade do ataque levar vantagem? Em qual delas, também em tese, há maior possibilidade da defesa se sobressair ao ataque?

Princípios táticos operacionais

Bem como mostra o livro, os princípios táticos operacionais apresentam as ações necessárias para se alcançar o principal objetivo do jogo: obter vantagem no placar. Mas como conseguir essa vantagem? Vamos para eles:

Princípios táticos fundamentais

São fundamentais porque são as regras de base, orientando as ações dos jogadores para facilitar a sua gestão do espaço de jogo (Teoldo et al., 2009). Mas, antes de falar sobre eles, vamos para as suas referências espaciais.

Referências espaciais

Estáticas

São as referências presentes a partir da divisão do campo de jogo. Para esclarecer, usaremos como exemplo a imagem abaixo. O campo está dividido em 12 zonas. Duas linhas o cortam longitudinalmente, gerando três corredores (esquerdo, central e direito), e três linhas o cortam transversalmente, criando 4 setores (defesa, meio-campo defensivo, meio-campo ofensivo e ataque).

Dinâmicas

São dinâmicos porque dependem da bola, ou seja, de algo móvel. Estas referências são o epicentro do jogo, o centro de jogo e a linha da bola.

Desse modo, o termo epicentro de jogo, segundo o livro, é “[…] o local onde se encontra a bola em determinado instante “t” de jogo”. Já o  centro de jogo é um círculo com raio de 9,15m cujo centro é a bola. E, por fim, a linha da bola é, como o próprio nome indica, uma linha que passa pela bola e é paralela às linhas de fundo.

Sobre os princípios

São divididos em 10 princípios, sendo 5 ofensivos e 5 defensivos. Assim, temos que os ofensivos são: penetração, espaço, cobertura ofensiva, mobilidade e unidade ofensiva. Já os defensivos são: contenção, cobertura defensiva, equilíbrio, concentração e unidade defensiva. Então, apresentaremos cada um destes, começando pelos princípios ofensivos.


Escute nosso podcast com o treinador Julian Tobar para aprender mais sobre todos os princípios táticos do futebol.


Ofensivos

Penetração

Realiza-se a penetração o jogador que detém a posse da bola, que progride no campo de jogo em direção a linha de fundo adversária. Dessa forma, note na imagem abaixo a marcação em laranja, representando o espaço que o jogador com a posse ocupará ao realizar o princípio da penetração, diminuindo a distância entre o ponto de partida (onde a recebeu) e a linha de fundo.

Espaço

Para explicarmos melhor este princípio, iremos dividi-lo em 2 subprincípios: espaço com bola e espaço sem bola.

Espaço com bola

O espaço com bola é realizado pelo jogador que detém a posse da bola. Mas, ao contrário da penetração, é feito em direção a própria linha de fundo. Note na imagem abaixo a marcação em laranja, representando o espaço que o jogador com a bola irá ocupar ao realizar o princípio do espaço com bola, ou seja, se comparado com o seu ponto de partida (onde a recebeu), o jogador não irá progredir, mas sim recuar.

Espaço sem bola

O espaço sem bola ocorre no espaço fora do centro de jogo e a frente da linha da bola, quando os atletas, ao contrário da mobilidade, não atacam a última linha do adversário.

Mobilidade

A mobilidade é realizada pelo jogador que, fora do centro de jogo, ataca a última linha defensiva do adversário. Em outras palavras, é um movimento que busca a profundidade de campo.

Cobertura ofensiva

A cobertura ofensiva ocorre com os atletas dentro, e no espaço subsequente ao lado da metade menos ofensiva, do centro de jogo, ou seja, são aqueles atletas próximos (como na imagem abaixo) que dão suporte ao portador da bola.

Unidade ofensiva

A unidade ofensiva acontece fora do centro de jogo, atrás da linha da bola, exceto no espaço subsequente ao lado da metade menos ofensiva do centro de jogo (que, como vimos acima, é ocupado por jogadores que realizam o princípio da cobertura ofensiva). Em suma, esse princípio possibilita que a equipe atue com um bloco compactado.

Em síntese, veja o fluxograma abaixo que, de forma algorítmica, apresenta estes princípios táticos fundamentais ofensivos com base nas referências espaciais.

Defensiva

Após aprendermos sobre os princípios táticos fundamentais ofensivos, citaremos agora os princípios do momento defensivo.

Contenção

O jogador que realiza a contenção é aquele que aborda diretamente o portador da bola. Assim, ele será o “obstáculo” mais próximo ao portador da bola.

Cobertura defensiva

Realiza-se a cobertura defensiva dentro, e na metade mais ofensiva, do centro de jogo (a frente da linha da bola). Em outras palavras, é o jogador que dará suporte ao companheiro que faz a contenção.

Equilíbrio

Vamos dividir o princípio do equilíbrio em dois subprincípios, de modo a conseguir explicá-lo de forma clara.

Equilíbrio de recuperação

O equilíbrio de recuperação é realizado dentro, e na metade menos ofensiva, do centro de jogo (atrás da linha da bola). De modo que facilite a compreensão, seria aquele jogador que esta voltando de uma posição mais a frente para auxiliar na marcação.

Equilíbrio defensivo

Os jogadores posicionados nos espaços laterais da metade mais ofensiva do centro de jogo fazem o equilíbrio defensivo.

Concentração

A concentração ocorre no espaço logo à frente do centro de jogo, entre este e a baliza.

Unidade defensiva

A unidade defensiva ocorre distante do centro de jogo, sendo a frente e atrás deste, possibilitando que a equipe atue em bloco, ou seja, compactada.

Veja o fluxograma abaixo que, de forma algorítmica, apresenta estes princípios táticos fundamentais defensivos com base nas referências espaciais.

Princípios táticos específicos

Bem como o próprio nome diz, são específicos por serem específicos a uma forma de jogar. Estes princípios, segundo o livro já mencionado, são as características singulares de um modelo de jogo e determinam o jogar da equipe. Ainda nesse sentido, eles podem se dividir em diferentes graus de complexidade: macro (princípio), meso (subprincípio) e micro (subsubprincípio).

Por exemplo: em transição defensiva busca a rápida recuperação da posse (princípio) através de uma mudança de comportamento instantânea (subprincípio), ao pressionar imediatamente o portador da bola e eliminar suas opções de passe (subsubprincípios). Com este exemplo também podemos explorar as combinações dos princípios gerais, operacionais e fundamentais para gerar estes comportamentos, resultando em um princípio específico. Portanto, buscar a superioridade numérica (princípio geral) facilitaria a recuperação da posse (princípio operacional) mediante a pressão direta no portador da bola (contenção ou equilíbrio de recuperação, princípio fundamental) e a eliminação de linhas de passe próximos (cobertura defensiva, equilíbrios e concentração, princípios fundamentais).


Contato do autor:
Instagram: @ralazzarottop

Fonte foto de capa: pinterest.com

Gostou dos conteúdos do Ciência da Bola? Deixe seu e-mail e lhe enviaremos mais.


Deixe seu comentário