Fale com nossa equipe

O estilo de liderança dos técnicos de futebol

Por: Matheus Padilha

Postado

-

Atualizado em

No futebol são bem visíveis as diferenças entre os trabalhos dos treinadores. Para além das variações táticas e de modelo de jogo, existe um ponto extremamente importante: o estilo de liderança. Em outras palavras, a forma e o estilo de liderança dos técnicos de futebol e como ele lidera, pode influenciar diretamente no rendimento da equipe.

Enquanto alguns técnicos de futebol são mais tidos como “linha-dura”, outros são comumente chamados de “paizão”. Sendo assim, como colocar isso em termos de liderança?

O que é Liderança?

Liderança é “o processo pelo qual um indivíduo influencia um grupo de indivíduos para o alcance de uma meta comum”. Nesse sentido, cada técnico de futebol influencia seu grupo de atletas à sua maneira. Seja um treinador como Tiago Nunes, conhecido por sua forte cobrança sobre os atletas ou Fernando Diniz, conhecido por ter uma relação próxima com jogadores.

Atualmente existem algumas teorias distintas sobre a liderança. De maneira didática, podemos falar do estilo: autocrático e seus derivados, além do estilo democrático e suas variantes. Treinadores autocráticos tendem a resolver problemas de maneira individual, enquanto treinadores democráticos ou consultivos tendem a consultar o grupo no processo de tomada de decisão. Vale ressaltar que, embora existam essas divisões didáticas, um treinador não precisa agir inteiramente de uma maneira ou de outra.

Um estudo publicado em 2009 analisou o perfil de liderança dos treinadores das categorias de base do futebol brasileiro. Esse estudo concluiu que os treinadores participantes se percebiam mais autocráticos e mais preocupados com o aspecto de treino-instrução de suas equipes. Conforme esse estudo, já se percebe que, desde a base os treinadores costumam apresentar um estilo de liderança similar.

Habilidades de liderança dos técnicos de futebol

Novos técnicos de futebol surgiram nos últimos anos, sobretudo após o vexame da Copa do Mundo de 2014. Curiosamente, um dos personagens dessa renovação de técnicos de futebol é Fernando Diniz. Relativamente inovador em alguns conceitos táticos no futebol brasileiro, Diniz formou-se em Psicologia e falou justamente sobre liderança em seu TCC. Em suas palavras, “O técnico de futebol é o líder e é ele quem determina o destino do grupo. A característica mais importante que não pode faltar nesse profissional é a credibilidade, sendo que possuir tal qualidade não implica em ser um líder. Mas para liderar é essencial ter credibilidade”.

Além do mais, Diniz afirmou ainda que “liderar uma equipe de futebol é uma tarefa que exige, de seu comandante, postura e sensibilidade. Existem características em um líder que são importantes, como carisma, mas não é o que determina se este líder fará com que seus liderados o sigam…. É fundamental ao técnico: conhecer as pessoas e sua natureza humana; obter um relacionamento interpessoal com uma boa comunicação; liderança; motivação; conhecimento dos atletas e suas necessidades, que serão seus aprendizes diretos”.

Liderança, motivação e comunicação estão sempre relacionadas no esporte.  A maneira como se lida com um grupo reflete diretamente no desempenho da equipe em campo. Portanto, técnicos de futebol devem desenvolver algumas habilidades psicológicas básicas, além de buscar conhecimento na área. Isso porque, além de funções técnicas, o técnico de futebol também pode ser, analogamente, professor, motivador, juiz, administrador, relações públicas, conselheiro, amigo, “pai”, político, etc. E isso pode ser observado, sobretudo na realidade do futebol brasileiro, onde há poucos profissionais de áreas menos ligadas diretamente ao campo de jogo.

estilo de liderança do técnico de futebol
(Louis van Gaal Photo by Michael Regan/Getty Images)

Então, qual é o melhor estilo de liderança no futebol?

Assim como não existe o melhor modelo de jogo ou a melhor estratégia, não existe certo ou errado absoluto quando se trata de estilo de liderança dos técnicos de futebol. A eficácia do estilo de liderança de um treinador deriva de sua adaptação à situação. De acordo com o contexto um ou outro tipo de liderança será mais adequado. A verdadeira liderança no esporte depende das qualidades do líder (o treinador, no caso), do seu estilo de liderança, dos fatores situacionais e das características dos seguidores (os jogadores). Contudo, é a forma como esses quatro fatores interagem que realmente determina o que torna um líder mais eficiente.

Fontes e Referências:

  • Liderazgo en juego: dentro y fuera del campo” de Claudia Alicia Rivas e Alejandra Florean.
  • Leadership: theory and practice” de Peter G. Northouse.
  • Análise do perfil de liderança dos treinadores das categorias de base do futebol brasileiro” de Israel Teoldo, Dietmar Samulski e Varley Teoldo.

Autor: Matheus Padilha Abrantes Reis
matheuspadilhaar@gmail.com
@28padilha

Foto de capa: (Getty Images)

Receba nossa Newsletter

Gostou dos conteúdos do Ciência da Bola? Deixe seu e-mail e te enviaremos mais.